O QUE VESTIR NUMA VOLTA AO MUNDO (MULHER)

Spread the love

“O que vestir numa volta ao mundo? Levo calças de ganga? Vale a pena levar uma peça mais chique? Quantos quilos de roupa são aceitáveis?” Tantas perguntas e nenhuma resposta. Eu decidi que ia levar roupa que fosse útil para várias ocasiões e climas.

Não usei tudo da mesma maneira ou com a mesma frequência, o vestido comprido usei pouquíssimas vezes, teria dado mais jeito na Ásia, mas o plano inicial era ir até ao Oriente. Li vários blogs sobre isto (aqui, aqui e aqui) e, ao contrário do que possa parecer, decidi levar mais coisas e não menos, depois de ler artigos de quem já tinha dado uma volta ao mundo.

Hoje em dia parece que as influencers vão desfilar, e é quase proibido repetir o outfit numa viagem. Na prática, quem viaja sabe que mais importante que parecer linda de morrer é estar confortável. Apesar de tudo, não podemos negar que o que fica da viagem são as memórias e experiências, mas claro que também as fotografias, e é normal querer imagens que nos favoreçam. É aqui que entra a roupa. Nós já tínhamos falado sobre o que ia nas nossas mochilas neste artigo.

DSC_3177

Partes de cima:

Levei camisolas de várias cores, para não parecer que estou sempre com a mesma roupa nas fotos, mas que combinassem com as partes de baixo. São t-shirts, tops e camisolas de lavagem fácil, e deveriam ser de secagem rápida e que não precisassem de ser passadas a ferro. Algumas peças não regressaram, ficaram nos hostéis. Fui deixando ficar peças que ficavam sempre enrugadas ou camisolas muito quentes. Tinha um casaco quente, um colete e um impermeável só para a chuva.

DSC_3269
C:DCIM100GOPROGOPR1078.GPR
DSC_5041
DSC_0821
365_dias_no_mundo_inka_jungle_trek_2
18765826_305710923217691_5202972484827429169_n
GOPR1515
DSC_5300
DSC_7095

Partes de baixo:

Uma saia, uns corsários e umas calças de trekking convertíveis em calções, uns calções de ganga e duas calças finas.

Vestidos:

Levei dois vestidos. O curto usei muito na praia, o comprido acabei por não usar muito na América do Sul e Central, mas vesti em algumas saídas de cidade.

DSC_0440
DSC_7917

Conjuntos:

Conjuguei as partes de cima com as partes de baixo de várias formas possíveis, como vêem em baixo.

GOPR1526
G0051634
DSC_7985
DSC_9129
DSC_0753
GOPR9472
DSC_1458
DSC_2285
DSC_3142
GOPR0250
DSC_1114
DSC_1014
DSC_1073

Acessórios:

Levei um lenço, dois turbantes, uma gola, um gorro, um chapéu de palha, luvas, óculos de sol e comprei um conjunto de bijuteria. Também foi na mala uma capa da chuva que comprei na viagem de finalistas de secundário. Levei uma mala pequena de tiracolo que usei em cidade.

Foram duas cangas de praia, compradas em Angola.

GOPR7526
GOPR7565
DSC_3326
dsc_3099
C:DCIM100GOPROGOPR1090.GPR
GOPR7748

Fatos de banho:

Levei dois fatos de banho e um bikini, comprei mais uma parte de cima na Colômbia na minha marca preferida de swimwear.

DSC_0180
C:DCIM105GOPROGOPR7319.GPR
GOPR9546

Pés:

Foram as botas de trekking (sobre as nossas botas leiam aqui), umas adidas e umas havaianas. Foram também umas sabrinas dobráveis que se estragaram rápido.

As meias eram de caminhada.

Marcas:

As peças desportivas são da Decathlon. Os tops e o lenço são da Mango. Os turbantes não vou identificar porque acho que prestam um mau serviço ao cliente. Os fatos de banho e bikinis são Coração Bobo, Maaji, Calzedonia e Kitess. A mochila é Rei.

Resumo:

O que vestir numa volta ao mundo sendo mulher? O importante é sentirmo-nos confortáveis e usar roupas práticas. Roupas práticas aqui implicam lavagem e secagem fácil, não ter que ser engomado, têm de ser fáceis de vestir e despir e enroladas têm de ocupar pouco espaço.

As minhas escolhas foram condicionadas pelo plano inicial da viagem: 365 dias em 3 continentes. Hoje em dia, sabendo que seriam só 5 meses pela América provavelmente as escolhas teriam sido diferentes, mesmo assim olho para as fotos e fico satisfeita.

Este artigo pode conter links afiliados

365 DIAS NO MUNDO

Somos um casal de viajantes com uma lista de viagens por realizar que está sempre a crescer. Juntos viajamos para conhecer a história, a cultura, as pessoas e a gastronomia de outros lugares.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

%d bloggers like this: