EU FICO EM PORTUGAL

O que faremos quando se puder circular “livremente”? Nós já sabemos! EU FICO EM PORTUGAL será o nosso lema e um dos nossos trabalhos nos próximos meses.

Um aparte: sempre que ouvimos a expressão “eu fico” faz-nos lembrar a história da independência do Brasil. A 9 de janeiro de 1822, D. Pedro declara “eu fico” quando o pai lhe pede para voltar para Portugal. O dia do fico é, assim, uma data importante para a história do Brasil e de Portugal. O rei D. João VI tinha deixado o seu filho como príncipe-regente no Brasil, quando regressou a Portugal no ano anterior. Mais tarde, o então príncipe-regente tornou-se D. Pedro I, primeiro imperador do Brasil, declarando a independência a 7 de setembro de 1822.

Talvez por isso nos agrade tanto o nome deste compromisso que a ABVP criou. #euficoemportugal representa o compromisso de 46 Bloggers de Viagem na divulgação dos 18 distritos portugueses, ilhas da Madeira e Açores.

O objetivo é ajudar o turismo português a reerguer-se da calamidade que assolou o sector, após os últimos tempos dourados. Havia até quem reclamasse que já haveria demasiados turistas, muitos alojamentos locais e a descaracterização das cidades. Agora, temos a passagem para o oposto, a total ausência de um setor tão vital para Portugal.

Assim, é também tempo de recuperarmos o famoso slogan criado em 1995 pelo extinto Minstério do Comércio e Turismo “vá para fora cá dentro”. É tempo de ajudarmos os portugueses a (re)conhecerem o melhor que o nosso país tem e que trazia tantos turistas estrangeiros há poucos meses atrás, num mundo que entretanto mudou.

Podem ler mais sobre a iniciativa:

O Eu fico é uma declaração, um compromisso, uma promessa, e é essa promessa que fazemos ao nosso país. Nós ficamos em Portugal e comprometemo-nos a dar a conhecer a nossa terra. Nós, particularmente, vamos (re)descobrir o país e apresentar-vos aqui o distrito de Aveiro. Estaremos por Arouca, o Geopark, pelos passadiços do Paiva, e muito mais! Também estaremos por Albergaria-a-Velha, a percorrer a rota dos moinhos, vamos fazer passeios na ria e vamos abrir-vos o apetite e a gula com a doçaria portuguesa.

Sabemos por onde vamos passar, mas se tiverem ideias ou quiserem que passemos por algum sítio especifico comentem, façam sugestões!

Alguns outros textos sobre Portugal:

Palácio de Mafra;

Palácio da Ajuda;

Quinta da Regaleira;

Ílhavo;

Douro;

Aveiro;

e muito mais;

Este artigo pode conter links afiliados.

Spread the love

Raquel

Gosto de viajar depressa ou devagar. Gosto de conhecer pessoas, de ouvir as suas histórias, de experimentar as comidas dos países que visito. Falo pelos cotovelos e tenho uma lista de sítios a conhecer que todos os anos duplica de tamanho. Não gosto de desporto, mas de vez em quando perco a cabeça e experimento algum novo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

%d bloggers like this: