CONHECER LONDRES PELOS MUSEUS (INGLATERRA)

Londres é uma cidade única, cosmopolita, perfeita para compras, super cultural, cheia de arte e história. Para já, ainda tem a vantagem de se poder entrar só com cartão de identificação (cidadãos da UE) e de ter voos de qualquer parte do mundo. Fala-se muito da Inglaterra pós-brexit, agora finalmente decidido, mas, para já, pouco mudou.

Para a Raquel é um destino habitual. Entre entrevistas, visitas a amigos e turismo, já lá foi algumas vezes. O Tiago nunca tinha conhecido a cidade a fundo, por isso, lá fomos. A cidade tem tanto, mas tanto que fazer, que contar tudo num único artigo é difícil. Hoje falamos dos museus: dos gratuitos aos pagos.

O que visitar – museus:

Os mais concorridos e gratuitos

British Museum: Este museu foi fundado em 1753 e é dos mais visitados, não só pelo seu conteúdo histórico, como a Pedra da Rosetta, um Moai e a múmia de Katebat, mas também porque é bastante fotogénico. É um museu no top 3 dos mais visitados da Europa. Nós chegámos perto da hora de fecho e fomos, literalmente, impedidos de entrar em algumas salas que iam sendo fechadas para obrigar as pessoas a saírem. Convém reservar algum tempo para a visita. É gratuito e funciona das 10h às 17:30h.

Tate Modern: Pertence ao Grupo Tate. Possui, entre outros, obras de Picasso, Dali, Monet e Miró. É gratuito e tem um terraço no 7º andar com uma vista fantástica sobre a cidade. Está aberto das 10h às 18h.

Tate Britain: Pertence ao Grupo Tate e tem a maior coleção de arte britânica do mundo. Chamava-se National Gallery of Art até 1932. É gratuito e está aberto das 10h às 18h.

Natural History Museum: O museu de história natural é um museu que deve ser visto pelo menos uma vez na vida. O edifício é imponente e a coleção é gigante. É gratuito, o que o torna uma atração lotada. Sejam pacientes e preparem umas horas para estar aqui porque vão ter inúmeras famílias a ocupar os corredores. Está aberto das 10h às 17:30h.

Science Museum: Quem procura tecnologia e ciência encontra aqui. O museu é gratuito e funciona das 10h às 18h.

Victoria & Albert Museum: Mais de 4 milhões de peças contam anos de história da arte e do design. David de Michelangelo está aqui. É gratuito e funciona das 10h às 17:45h.

National Gallery: Tal como nos diz o site, aqui está a “história da arte europeia, obra prima a obra prima”. É gratuito e visitável das 10h às 18h.

National Portrait Gallery: pretende contar a história e cultura britânicas através de retratos. Fundado em 1856. A entrada é grátis.

Museum of London: se gostam de história local, aqui encontram tudo o que aconteceu na cidade. Gratuito, das 10h às 18h.

Museum of London Docklands: fica nas docas, em Canary Wharf. Grátis, mas com eventos e exposições pagas.

London Transport Museum: o museu é privado. Tudo sobre os transportes da cidade está ali e as crianças gostam. Apesar de parecer caro (19£) o bilhete é válido todo o ano.

Royal Academy of Arts: Dirigida por artistas, vive de doações, bilhetes e patrocínios. Existe desde 1768. Entrada livre.

The Design Museum: Desde 2016 tem um edifício próprio. Fica em Kensington e a entrada é livre. O espaço é interessante e perto têm o Byron, bons hambúrgueres, onde almoçámos.

Estes são os principais museus gratuitos, o que não invalida que possa haver exposições temporárias cobradas à parte. Às sextas, muitos têm horários alargados, e quase todos funcionam todo o ano, das 10h às 18h.

Têm ainda:

V&A Museum of Childhood: museu dedicado às crianças, gratuito.

Imperial War Museum London: faz parte do grupo de museus IWM, juntamente com o Churchill War Rooms e o navio HMS Belfast. A entrada é gratuita.

  • Churchill war rooms: é uma visita de pelo menos 90 minutos. A entrada custa 22£.
  • HMS Belfast: o navio de guerra fica no Tamisa, junto à Torre de Londres. O bilhete deve ser comprado online, para poupar 10%, custa 18£.

Charles Dickens Museum: foi nesta morada que Charles Dickens se tornou famoso ao escrever Oliver Twist. Abre todos os dias, exceto às segundas-feiras, das 10h às 16h. A entrada custa 9,5€.

Freud Museum: última morada de Freud. Abre de quarta-feira a domingo, das 12h às 17h. A entrada custa 10£.

Museum Sherlock Holmes: Holmes e Watson partilharam esta morada, segundo os livros. Os bilhetes custam 15£ e só se vendem no local. Abre das 9:30h às 18h.

365 dias no mundo estiveram em Londres de 5 a 9 de março de 2020 e 1 a 4 de novembro de 2018

Este artigo pode conter links afiliados.

Spread the love

Raquel

Gosto de viajar depressa ou devagar. Gosto de conhecer pessoas, de ouvir as suas histórias, de experimentar as comidas dos países que visito. Falo pelos cotovelos e tenho uma lista de sítios a conhecer que todos os anos duplica de tamanho. Não gosto de desporto, mas de vez em quando perco a cabeça e experimento algum novo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

%d bloggers like this: