ALERTA QUARENTENA!

Sobre a nossa quarentena… Continuamos a trabalhar, o Tiago em teletrabalho e a Raquel no hospital do SNS.

Não ficámos com mais tempo livre, simplesmente ocupamos o tempo que já existia com atividades quase exclusivamente #stayathome, tal como todos. Mas isto não quer dizer que conseguimos ver todos os diretos do Instagram, todos os webinars que nos interessam, ou desenvolver grandes metas de produção “bloguística”, porque continuamos a ter grande parte do nosso tempo ocupado. Nem sequer conseguimos dormir muito mais que antes.

Distanciamento social

Levamos as recomendações de manter o distanciamento social muito a sério. A Raquel trabalha a 150km de casa e, enquanto foi permitido, continuou a fazer as viagens de comboio, cada vez com menos passageiros, até a CP ter optado por suprimir os horários que menos lhe interessavam.

Só saímos para umas corridas esporádicas e para compras. Desistimos das compras online porque não funcionavam.

Não vemos os nossos pais nem avós desde fevereiro.

O Tiago não tem as aulas de ténis, mas treina online com amigos. A academia da Raquel também se mudou para o Zoom. A Raquel passou a tratar das unhas e cabelo em casa e o Tiago não voltou a cortar o cabelo. Não somos de video chamadas, mas já jogámos ao stop à distância.

Vemos:

Séries

Aqui a dose aumentou, para sacrifício dos olhos. Vimos finalmente a série portuguesa Sara, terminámos de ver The Good Place, começámos e terminámos de ver Broadchurch e Unorthodox, o Tiago viu a última temporada de Ozark. Claro que vimos num ápice a última temporada de La Casa de Papel. Começámos a ver After Life, uma série com aquele humor típico inglês, e vimos a segunda temporada de The Sinner.

Filmes

Vimos Les Miserábles, Dolemite Is My Name, Vitalina Varela, J’acuse, Bombshell e Mirage.

Teatro

Vimos as peças online do Teatro D. Maria II e do Teatro Aberto.

Ouvimos:

Temos ouvido podcasts, de viagens, da atualidade e de comédia, música principalmente pelo Spotify.

Lemos:

A Raquel tem lido os livros disponibilizados pela Livraria Lello. O Tiago leu alguns livros em pesquisa para o trabalho, além dos jornais online, que recomendamos que subscrevam (pelo menos um) para se manterem informados e ajudarem a imprensa .

Comemos:

Temos sido grandes cozinheiros, já sairam desta cozinha iguarias como francesinhas, beringelas recheadas, caril de camarão, risottos e massas de todos os tipos, tiramissu, doce de frutos vermelhos e afins, mas também temos sido fãs dos serviços de entrega.

Temos apoiado uma vez por semana um restaurante local, encomendando uma refeição. Nesta casa já houve entregas do Boa Bao, do Sá Morais, da Escadinha, do Prego da Peixaria, e continuamos a ir buscar pão à Gleba.

Se não gostam de cozinhar ou não têm ideias, há grandes chefes que partilham receitas. Façam da quarentena uma desculpa para aprenderem, por exemplo, a fazer o pão de deus da Padaria Portuguesa.

Criámos o hábito de beber chá ao final do dia, e bebemos menos café.

Não estamos enjoados um do outro?

Sabemos que para muitos casais isto da quarentena seja uma grande novidade e que seja difícil. Para nós, nem por isso. Para além da viagem de 5 meses, já passávamos bastante tempo juntos. Como a Raquel sai de casa uma semana inteira para trabalhar, acabamos por estranhar apenas a semana em que não nos vemos.

As nossas dicas:

Manter os horários e rotinas:

  • Acordar cedo;
  • Tomar pequeno-almoço (fazer as refeições todas e com horários);
  • Vestir para trabalhar;
  • Fazer pausas durante o trabalho para esticar as pernas;
  • Equipar-se para o ginásio caseiro;
  • Manter o contacto;
  • Afastar os olhos dos ecrãs;
  • Não passar demasiado tempo nas redes sociais,
  • manter a casa organizada e funcional.

Planos para o futuro

Não temos planos, não tínhamos mais viagens marcadas, só imaginadas e previstas. Queremos ficar e viajar por Portugal, onde tanto nos falta conhecer. Queremos ver a nossa família e voltar a ter uma vida “normal”. Queremos não voltar a passar por uma quarentena.

Fazer um detox de redes sociais quando tudo acalmar também é necessário. Estamos cansados de notícias falsas, de partilhas de teorias não fundamentadas, de memes, gifs e, desculpem o desabafo, até de diretos no Instagram.

Ouvimos muita gente dizer que aprendemos a lição que o planeta nos ensinou. Enquanto viajantes, sabemos que mudar implica viajar menos e por períodos mais longos. Vamos procurar viajar menos de avião, menos low cost. Conscientemente, consumir menos, privilegiar produtos cultivados ou fabricados mais próximos do local de consumo. Nacionalismos à parte, mais em Portugal, menos no geral.

Voltaremos a viajar.

Spread the love

365 DIAS NO MUNDO

Somos um casal de viajantes com uma lista de viagens por realizar que está sempre a crescer. Juntos viajamos para conhecer a história, a cultura, as pessoas e a gastronomia de outros lugares.

2 thoughts on “ALERTA QUARENTENA!

  1. A nossa quarentena está a ser muito parecida com a vossa! Fazemos mais coisas juntos, mais exercício, bebemos mais chá, mantemos as nossas rotinas de trabalho, limpamos mais a casa e imaginamos como iremos viajar de forma mais sustentável no futuro. As fotos estão giríssimas. Muito obrigada pela partilha!

    1. Obrigada Diana. A parte de viajar de forma mais sustentável vai ser um verdadeiro desafio para nós e provavelmente para outros bloggers. Começo a achar que o futuro será viajar menos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

%d bloggers like this: