VIAGENS DE UMA VIDA – 25 BLOGS, 25 HISTÓRIAS

Viagens de Uma Vida

Se nos dissessem que este blog de viagens, minúsculo, um dia teria um relato escrito num livro, não acreditaríamos. Só que é verdade, 25 bloggers contam 25 histórias que se passam em todos os continentes e estão compiladas neste livro, Viagens de Uma Vida. Aqui encontram aventuras para todos os gostos e diferentes formas de escrever e contar histórias. Histórias na Índia, na Ruta 40, em Madagáscar, na Gronelândia, num campo de refugiados, e muito mais.

Viagens de Uma Vida
Uma das primeiras fotos, no início do nosso mochilão (São Paulo, fevereiro de 2017)

O livro surge de uma parceria entre a ABVP (Associação de Bloggers de Viagem Portugueses) e a Idioteque. A Idioteque, não só abraça este projecto, como já se comprometeu em conduzir o projecto #EuFicoEmPortugal a um segundo livro desta série, passado inteiramente em Portugal.

Com este livro prometemos que este verão, mesmo sem atravessarem fronteiras, conseguirão viajar por todo o mundo, bastando deixaram-se levar pelas 175 páginas de histórias e 63 fotografias ilustrativas que compõem o livro.

O lançamento oficial foi feito em Castro Laboreiro, num evento não presencial, no dia 23 de junho, tendo sido transmitido via Facebook. Podem ver aqui o Filipe (Alma de Viajante) e o Rui Batista (Born Freee) a apresentarem a Portugal e ao mundo o nosso humilde contributo para vos alegrar os serões. Também podem ler o que escreveu o Público sobre este livro.

Os livros estão à venda nas livrarias do costume (Fnac, Bertrand, etc.), mas também podem ser adquiridos directamente connosco, por 15€. Teremos todo o prazer em vos enviar um exemplar assinado, caso queiram (no caso de envio por correio acresce portes). Basta enviarem-nos uma mensagem privada com os vossos contactos para combinarmos a entrega.

Quanto ao nosso texto, quem nos é próximo já conhece parte da história. Passa-se na Argentina, na mítica Ruta 40, uma estrada criada em 1935 com mais de 5.000 quilómetros de extensão:

Por volta da uma da manhã acordamos e o autocarro está parado, no meio da estrada e da escuridão, naquilo que um português chama “estar no meio de nenhures”. Inicialmente não nos pareceu nada fora do vulgar, mas a agitação entre alguns passageiros levou-nos a tentar perceber o que se passava

Curiosos para perceberem o que se passou? Já sabem, comprem o livro!

Este artigo pode conter links afiliados.

Spread the love

Raquel

Gosto de viajar depressa ou devagar. Gosto de conhecer pessoas, de ouvir as suas histórias, de experimentar as comidas dos países que visito. Falo pelos cotovelos e tenho uma lista de sítios a conhecer que todos os anos duplica de tamanho. Não gosto de desporto, mas de vez em quando perco a cabeça e experimento algum novo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

%d bloggers like this: