DE BERNINA EXPRESS ATÉ ITÁLIA, NO INVERNO (SUÍÇA)

Portanto, na Suíça há duas viagens de comboio famosas. Em primeiro lugar temos Glacier Express de Zermatt até St Moritz e também Bernina Express de Chur (Coira) até Tirano. Apesar de começarem em sítios diferentes, cruzam-se e até podem combinar ambas trocando em Chur ou St Moritz. Já falámos que queríamos muito ter experiências diferentes nesta viagem à Suíça e uma delas era viajar no Bernina Express até Tirano (Itália).

Antes de tudo, podíamos fazer qualquer uma delas, mas a nossa escolha teve apenas por base o percurso que nos ficava mais à mão. Decidimos ir de Lodrino até Chur de carro e depois viagem de ida até Tirano e regressar até casa. Sem dúvida que o plano era encontrar forma de regressar sem repetir a viagem, mas no inverno não é fácil.

No dia acordámos bastante cedo, tínhamos ido ao supermercado no dia anterior comprar comida, com o intuito de poupar ao almoço e partimos. Optámos por estacionar o carro no parque da estação de Chur. Inesperadamente, percebemos ao entrar no comboio que não tínhamos escolhido os melhores lugares, mas eram na carruagem panorâmica (menos mal). Sugerimos que comprem lugares frente a frente.

bernina express

Aliás, a principal vantagem de comprar bilhetes panorâmicos é que têm audio-guia e um mapa incluído. Embora possa parecer que viajar na carruagem panorâmica é muito mais caro, não é verdade, pagam a mais a reserva de lugar (CHF 14.-). Durante toda a viagem (4 horas) recebem dicas e aprendem mais da história do percurso.

bernina express

Ao nosso lado viaja um casal que nos conta que fazem esta viagem todos os anos. Dizem-nos que com tanta neve é uma novidade e que no verão a paisagem é linda. Além disso, o percurso é reconhecido como património da UNESCO, atravessa o cantão Graubünden, atinge uma altitude de 2253 metros, passa em 55 túneis e 196 pontes.

A viagem divide-se em duas secções, ou três se acrescentarmos a viagem de 3 horas de autocarro até Lugano.

Chur a Potresina:

Esta secção também é percorrida no Glacier Express (secção 4). No vale Domleschg há muitas ruínas e castelos.

Um dos pontos mais famosos é o viaduto Landwasser, antes de Filisur. Esta construção impressionou na época (1901-02), no entanto ainda hoje surpreende. É um viaduto em curva que nos leva directamente a um túnel. O comboio só pode circular a 45km/h neste viaduto de 3 pilares.

bernina express

Logo após o viaduto, a linha tem uma série de curvas para ganhar altitude até ao túnel Albula, a 1798 metros. Aqui diz-nos o primeiro passageiro com que nos cruzamos em Chur que se possível se deve sair e explorar a região. Em Bergün há um museu ferroviário e uma trilha de 7 km desde Preda. Dizem que em 5 horas se faz de Filisur até Bergün a pé. Pelas janelas vemos as pistas de esqui no meio das vilas.

O túnel Albula leva-nos até ao topo do vale Upper Engadine. Chegamos a St Moritz, uma cidade luxuosa e famosa pela sua estância de esqui e Pontresina. O clima aqui é mais seco e há poucas árvores. Perto de St Moritz fica o monte Corvatsch. Podem subir de teleférico, já que há um miradouro para ver a montanha. Além disso, existe um trilho de 5 km (duas horas e meia) pelos lagos.

bernina express

Pontresina a Tirano

Depois de Pontresina temos o Glaciar Morteratsch e o ponto mais alto do cantão.

O lago Branco aparece e depois teremos a pequena estação Ozpizio Bernina, onde somos convidados a sair durante um quarto de hora. É o ponto mais alto da viagem, a 2253 metros acima no nível do mar. Na estação existe o Bistro Albergo.

Depois de Ozpizio, e até aqui sempre com muita neve e pouca visibilidade, começamos a descida das montanhas. O objectivo é chegar a Tirano, que fica a 429 metros acima do nível do mar. Ou seja, vamos descer 1824 metros.

Na estação de Alp Grüm a vista seria privilegiada para o glaciar Palü, mas não temos visibilidade. O comboio começa o seu percurso de curva e contra curva para descer até ao vale Poschiavo. Muda-se também a língua falada, sendo a partir de agora vilas de língua italiana, deixando o romanche.

bernina express

A influência italiana já é muito forte, e quase parece que deixámos a Suíça. Valposchiavo é uma vila altamente influenciada pelos emigrantes que regressaram. Se saírem aqui, devem visitar os museus e o quarteirão espanhol. O Bernina Express passa o lago Poschiavo e chega até ao viaduto Brusio em espiral, outro ponto marcante. O viaduto tem 110 metros e faz uma curva com um raio de 70 metros. É um viaduto que dá uma volta completa.

bernina express

15 minutos depois do viaduto estamos na fronteira e em Tirano. Não há controle de fronteiras. Regressámos num comboio com carruagens panorâmicas Bernina Express, mas viemos nas carruagens mais baratas, para experimentar e poupar alguns euros (CHF 126.- VS 154.- a ida). A verdade é que nas carruagens panorâmicas o serviço é diferenciado e está incluído o áudio-guia, mas indo sozinhos nestas carruagens, pudemos abrir as janelas para tirar fotos.

Como comprar:

Reservem com antecedência no site da Rhaetian Railway (RhB). Há alguns pacotes especiais, como com almoço, ou hotel.

Dicas:

Levem auriculares, o comboio cobra CHF 2.-

Sabemos que termos ido em fevereiro em pleno nevão ajudou a que no regresso o comboio viesse quase vazio, mas sugerimos comprar só um sentido em vagão panorâmico se fizerem ida e volta.

No sentido Tirano devem comprar lugares de cima no site, viajar do lado direito do comboio.

Sugerimos fazer Chur-Tirano e depois até Lugano de autocarro. Nós não conseguimos fazer, mas no verão é possível. No autocarro o lado esquerdo é melhor.

365 dias no mundo estiveram na Suíça de 31 de janeiro a 6 de fevereiro de 2020

Como a moeda é diferente nós usamos sempre o Revolut para ter câmbios melhores e não pagar taxas.

Este artigo pode conter links afiliados.

Spread the love

365 DIAS NO MUNDO

Somos um casal de viajantes com uma lista de viagens por realizar que está sempre a crescer. Juntos viajamos para conhecer a história, a cultura, as pessoas e a gastronomia de outros lugares.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

%d bloggers like this: