12 ARTIGOS ESSENCIAIS PARA VIAJAR COM BEBÉ DE ATÉ 6 MESES

Viajar com bebés não tem que ser um bicho de sete cabeças, embora envolva alguma logística. Muita gente põe as mãos à cabeça quando tem que pensar em passar um fim de semana fora com um bebé, pensa em tudo o que tem que levar e no pesadelo que vai ser sair da rotina e desiste. Nós dizemos que a organização não é fácil, mas que é possível. Seleccionámos 12 artigos essenciais para viajar com um bebe de menos de 6 meses.

1- Cadeira para o automóvel, chamada geralmente de ovo ou babycooque

2- Carrinho

No nosso caso os pontos 1 e 2 são um único artigo (Doona). Prendemos nos carros alugados pelo sistema de cinto e vamos tirando sempre que saímos do carro. Juntamente com o carrinho vai a capa de sol, o saco, a capa de chuva e o protector do assento automóvel.

3- Roupa

Aqui depende do vosso bebé e da duração de estadia, nós levamos geralmente duas mudas por dia para estadias curtas e uma média de mais 50% do que o número de dias. Se for uma estadia longa levamos dois a três pijamas. Não falha um casaco, meias, chapéu para o sol e collants. Num instante com um casaco e collants se passa um outfit de verão para um dia mais frio. Nós não somos de viajar com babetes, mas as fraldas de pano também não falham.

viajar com bebes

4- Alimentação

Sem moralismos ou julgamentos, quem dá mama levando-se a si mesma já leva tudo, quem dá leite artificial ou leite materno em biberão terá uma logística maior que envolve bombas extratoras, biberões, latas, termos e esterilizador. Bebés que tenham feito introdução alimentar aos 4 meses também vão precisar do resto dos seus alimentos e de água, o que pode envolver copos, prato e talheres especiais, varinha mágica ou afins. No nosso caso levamos um colector de leite de silicone para os dias em que a bebé quase não quer mamar e é preciso extrair o leite e um biberão para guardar.

amamentar em restaurante

5- Boletim de vacinas

Para nós é essencial levar sempre a documentação médica da Maria, não diríamos que vai connosco para todo lado, mas nas viagens, sejam elas de fins de semana ou ferias longas não falta na mala.

6- CC

Também nunca falha o cartão de cidadão da Maria. Vai sempre connosco.

7- Kit saúde

Na mala da Maria vai sempre o termómetro dela, ben-u-ron, soro fisiológico, compressas, o sistema de lavagem nasal e uma escova. Inicialmente desprezávamos a parte da escova, mas o cabelo já cresceu e faz nós. A tesoura das unhas que é essencial viaja na mala do porão, se formos de avião. Se não houver mala de porão vai a lima.

8- Fraldas, toalhitas e cremes

Nós levamos muda-fraldas, fraldas eco descartáveis (não levamos para toda a estadia, se for longa, mas levamos sempre algumas), as toalhitas e os cremes, do banho, do corpo e de fralda. Levamos os artigo de higiene dela porque tentamos usar marcas com menos químicos ou bio (Welleda). Quem utiliza fraldas reutilizáveis precisa de levar as fraldas e sacos para depois as trazer. Claro que para na maioria dos locais se não levarem fraldas compram no supermercado mais próximo. Nós levamos algumas para o caso de não encontrarmos nenhuma das marcas que usamos logo à primeira. Sobre as fraldas eco… em Maiorca foi UM FILME para encontrar. Mesmo as dodot (não somos fundamentalistas, não havendo fraldas eco, dodot serve) nunca encontrámos o tamanho certo.

Até aqui concordamos todos? A partir daqui pode haver alguma divergência, mas os primeiros 8 são mesmo os artigos essenciais para viajar com um bebé.

9- Artigo de consolo

Mais uma vez sem moralismos, bebés que usem chupetas têm que viajar com pelo menos uma. A Maria leva sempre duas, um doudou e uma fralda de pano.

10- Brinquedos

Aqui depende entre ir de carro ou de avião. Levamos uma manta para pôr no chão, alguns brinquedos e os livros de alto contraste da Dra Clementina, de carro. Se formos de avião vão os brinquedos que estão sempre no carrinho.

11- Videomonitor

Levamos o monitor porque nos dá alguma liberdade de a por a dormir sozinha no quarto e continuar a vigia-la.

12- Marsúpio ou sling

Não é que a Maria seja super fã destes sistemas, principalmente no verão que se sente quente, mas são óptimos para usar em caminhadas ou passeios em que o carrinho não é prático. O nosso é o The One da Isara e recomendamos.

viajar com bebes em marsupio

O que é que não levamos MESMO:

  • Banheira;
  • Berço de viagem, se o alojamento disponibilizar;
  • Cadeira de papa, igual ao berço de viagem;
  • Protector solar:
    • primeiro, um bebé não deve estar ao sol,
    • depois, todos os protectores que vimos dizem para utilizar a partir dos 6 meses (sim, até os minerais);
  • Sapatos para bebé, não servem para nada, eles passam a vida a tentar tirar, mais vale usar meias. Se o destino for muito frio há roupas que tapam os pés.

E vocês? Quais são os vossos artigos essenciais para viajar com bebe com menos de 6 meses?

Este artigo pode conter links afiliados

Raquel

Gosto de viajar depressa ou devagar. Gosto de conhecer pessoas, de ouvir as suas histórias, de experimentar as comidas dos países que visito. Falo pelos cotovelos e tenho uma lista de sítios a conhecer que todos os anos duplica de tamanho. Não gosto de desporto, mas de vez em quando perco a cabeça e experimento algum novo.

4 thoughts on “12 ARTIGOS ESSENCIAIS PARA VIAJAR COM BEBÉ DE ATÉ 6 MESES

  1. Gostei muito do artigo. Mostra que são pais práticos e cuidadosos com a Maria. As fotos estão bonitas e elucidaditas, em relação à partilha da vossa experiência. Continuem com esse espírito de aventura responsável, pois quem fica a ganhar, é a vossa querida filha. Também passeei muito com os meus filhos, com idades muito próximas, quando eram bebés. As crianças ganham muito na aprendizagem, com este tipo de experiências. Dormem em qualquer lado, com barulho ou sem, não ficam estranhas ao que as rodeia, pelo contrário, absorvem estimulos maravilhosos para o seu crescimento e começam a comer um pouco de tudo, não se tornando “esquesitas”. Obrigada pela partilha. Tudo de bom para vós.

  2. Já foi há tanto tempo que tive um desse tamanho já nem me lembrava da catrefada de coisas que os bebés exigem. Descomplicar é a chave. Amei a foto da Raquel com a Maria no marsúpio. Que lindas! Continuação de boas aventuras em família

    1. Exactamente, tudo é mais fácil descomplicando. Quando fomos a São Tomé estava um casal que só levou o bebé num marsúpio. Para as férias que iam fazer chegava. Obrigada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

%d bloggers like this: